Primeiro Benvirá destaca Nakasato

O escritor Oscar Fussato Nakasato foi anunciado ontem como o vencedor do 1.º Prêmio Benvirá de Literatura. Nakasato, que ganhou a premiação por seu romance inédito, Nihonjin, vai receber R$ 30 mil e terá o livro lançado em abril pelo selo Benvirá. O autor, que leciona literatura e linguagem para alunos do ensino médio e superior em Apucarana, no Paraná, concorreu com mais de 1.900 obras inéditas. O júri foi formado por José Luiz Goldfarb, Nelson de Oliveira e Ana Maria Martins. Segundo a comissão julgadora, "o romance é, antes de tudo, uma competente reconstrução histórica da imigração japonesa, tema pouco presente em nossa literatura."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.