Primeira galeria virtual brasileira é inaugurada

A primeira galeria brasileira de arte digital será inaugurada nesta quinta-feira, 15, às 20 horas, não em um espaço físico, mas virtual. A Noema, dirigida por Abel Reis, Giselle Beiguelman, Ana Maria Nubié e Ricardo Ribenboim, já tem um time de 13 artistas, quatro exposições programadas e suas obras poderão ser comercializadas. Antes mesmo de começar esse projeto pioneiro, a galeria está expandindo, mas os interessados em conhecê-la terão de fazer parte do Second Life, novo fenômeno do mundo virtual. "A internet não permite experimentações imersivas e cinemáticas como no Second Life, um grande filme em 3D no qual você opera dentro dele", diz Giselle, curadora da galeria. O projeto experimental da Noema (nome tirado do conceito filosófico "aquilo que se mostra à percepção") é patrocinado pela Fiat e tem como premissa ser um lugar onde não exista a linha entre o mundo real e virtual, um local onde se possa pensar "estratégias que circulem entre todos os espaços", diz Giselle, que faz a primeira mostra na Noema, Nowhere, Anywhere, Somewhere. O site da galeria é www.noema.art.br. Lá estão todos os detalhes de como conhecê-la e usá-la por meio do Second Life.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.