"Prêt-à-porter" volta a horário antigo

Poucos espetáculos conseguem manteruma carreira tão duradoura: o Prêt-à-Porter 4, projeto quedesenvolve uma série de exercícios para que o ator, com técnicae consciência de sua arte, descubra-se dono de sua expressão, jáestá em cartaz há um ano e seis meses, no hall de convivência doSesc Consolação. É um feito ainda maior se se lembrar que, durante boaparte desse tempo, as apresentações ocorriam às 22h, umhorário ingrato, mas única alternativa para garantir a presençada atriz Juliana Galdino, que também estava no elenco deMedéia, espetáculo que era encenado em outra unidade do Sesc(Belenzinho). Com o fim da temporada de Medéia, o Prêt-à-Porter4 retorna, a partir de sábado, dia 11, ao seu horário habitual, 18h45. É a chance para conferir os três movimentos que compõemesta fase. Na primeira história, intitulada "Ah, Com´è Bella!"e interpretada por Juliana e Adriana Patias, a cena se passa emum asilo de velhos, onde uma das residentes recebe a visita damoça que viu nascer na casa onde trabalhava. A segunda, "Os Esbugalhados Olhos de Deus", mostra oencontro de um homem e uma mulher, depois de uma palestra deastrofísica, quando são revelados a falência dos valores e afalta de perspectiva do homem no novo milênio. Com DonizetiMazonas e Suzan Damasceno. E a última, "For He´s a Jolly Good Fellow", conta ahistória de duas irmãs que cuidam dos preparativos da festa deNatal enquanto aguardam o telefonema de alguém muito importante.Com Juliana Galdino e Sabrina Greve.Serviço Prêt-à-Porter 4 Apresentação de três espetáculoscriados e desenvolvidos pelos atores e coordenados por AntunesFilho. Duração: 90 min.(com debate). Sábado, às 18h45. R$ 10,00.Sesc Consolação -Hall de Convivência. Rua Doutor Vila Nova, 245tel. 3234-3000

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.