Presos na Suécia envolvidos no roubo de quadros

A polícia sueca conseguiu prender cinco pessoas relacionadas ao roubo de quadros do Museu Nacional de Estocolmo, na capital do País. Os quadros Auto-retrato do holandês Rembrandt e mais duas pinturas do impressionista francês Renoir foram roubados em 22 de dezembro quando três homens armados invadiram o museu na hora de fechar, renderam os seguranças e fugiram com as telas em um barco. As valiosas obras de arte ainda não foram recuperadas. As autoridades ainda mantêm sigilo absoluto sobre as investigações e divulgaram apenas que os detidos eram cidadãos suecos, entre 20 e 40 anos, e que foram capturados durante uma série de prisões efetuadas de madrugada pela polícia de Estocolmo na periferia da cidade. Eles foram autuados como cúmplices do roubo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.