Prêmio Shell são Paulo divulga os indicados do 1º semestre

Com cinco menções, o espetáculo Escuro recebeu o maior número de indicações para a 23.ª edição do Prêmio Shell de São Paulo. Pela montagem, Leonardo Moreira (foto) concorre nas categorias autor, direção e cenário. Na categoria de cenografia, ele divide a indicação com Marisa Bentivegna. A peça ainda está na disputa pelo melhor figurino, de Theodoro Cochrane, e por melhor atriz, Luciana Paes. A outra indicada para o prêmio de atriz é Ana Lucia Torre, por Seria Cômico se Não Fosse Trágico. Na categoria ator, concorrem Fulvio Stefanini, por A Grande Volta, Lee Thalor, por Policarpo Quaresma e Otávio Martins, por Side Man. Na categoria direção, Moreira concorre com Zé Henrique de Paula, por Side Man, e Rodolfo García Vázquez, que assina a encenação de Hipóteses para o Amor e a Verdade. O espetáculo H.A.M.L.E.T., inspirado na obra de Shakespeare, disputa o prêmio de iluminação (Wagner Antônio) junto com Cinema (Beto Bruel). Os espetáculos selecionados nesta primeira fase estrearam entre janeiro e junho de 2010.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.