Prêmio polêmico para Salma Hayek

O Congresso mexicano concedeu permissão constitucional à atriz Salma Hayek para que ela aceite a Condecoração da Ordem da Legião de Honra, que lhe foi outorgada pela França. No dia 2, o governo francês anunciou a intenção de conceder o galardão a Selma por sua interpretação como a pintora mexicana Frida Kahlo no filme Frida, que recebeu fortes críticas na França e em outros países. De acordo com o jornal britânico Daily Mail, a distinção - que só é concedida a indivíduos por méritos extraordinários - foi um favor do presidente francês Nicolas Sarkozy, que é amigo de Francois-Henri Pinault, marido da atriz. / EFE

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.