Prêmio Jabuti anuncia indicados

A Câmara Brasileira do Livrodivulgou hoje os indicados para o Prêmio Jabuti. Como de hábito,escritores que já morreram (como Nélson Rodrigues e RobertoDrummond) figuram entre os finalistas que, dessa vez, foramselecionados entre um número maior de inscritos - a comissãojulgadora avaliou 2.016 obras contra 1.787 no ano passado. Adata da entrega ainda não foi definida - depende do acerto comum novo patrocinador, além da eleição do novo presidente daentidade. Apesar de a Bienal do Livro deste ano ser realizada noRio de Janeiro, em maio, o Jabuti pode ser entregue em umacerimônia especial, em São Paulo.Presidente da comissão julgadora, José Luiz Goldfarbdestaca que, entre os indicados, estão tanto autores famosos egrandes editoras, como escritores ainda desconhecidos e novasempresas que começam a conquistar espaço no mercado editorial.Goldfarb lembra também o crescimento da área de CiênciasHumanas (que entrou em 2002) e outros setores de pesquisa,refletindo um momento especial das universidades. "Nos últimosanos, essas áreas de pesquisa estavam mais centralizadas emtraduções", observa. "O Jabuti revela que essa tradição estámudando, com valorização da pesquisa científica brasileira."Na lista dos indicados de romance (clique para ver a lista completa), figuram nomestradicionais como Ignácio de Loyola Brandão (O AnônimoCélebre), João Ubaldo Ribeiro (Diário do Farol) e AnaMiranda (Dias e Dias) ao lado de Nélson Rodrigues (AMentira) e Roberto Drummond (Os Mortos não Dançam Valsa).A nova geração de autores comparece com Bernardo Carvalho(Nove Noites) e Marilene Felinto (Obsceno Abandono). Alista se completa com Sérgio Viotti (A Fuga do Escorpião),Edgar Cézar Nolasco (Não Tenhas Medo da Dor), DomingosPellegrini (No Coração das Perobas), Lívia Garcia-Roza(Solo Feminino) e Luís Giffoni (A Verdade Tem OlhosVerdes).Entre os indicados de contos e crônicas, figuram doisescritores que, se vencerem, certamente não aparecerão parareceber o prêmio: Dalton Trevisan (Pico na Veia) e RubemFonseca (Pequenas Criaturas) defendem o anonimatoferrenhamente, evitando qualquer contato com público ouimprensa. Completam a lista Luiz Vilela (A Cabeça), JoãoAnzanello Carrascoza (Duas Tardes), Lygia Fagundes Telles(Durante Aquele Estranho Chá), Rodolfo Konder (Labirintosde Pedra), Luís Nassif (O Menino do São Benedito e OutrasCrônicas), Fernando Bonassi (São Paulo/Brasil), AltairMartins (Se Choverem Pássaros) e Adriana Lunardi (Vésperas).Confira a lista dos indicados

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.