Prêmio elege os melhores da maquiagem artística

A cerimônia de entrega do O 9.º Prêmio Avon Color de Maquiagem, nacategoria artes cênicas, a noite foi de Beto França, responsável pelamaquiagem do ator Paulo Goulart Filho na peça O Cavalo naMontanha. A festa de premiação ocorreu ontem,no Credicard Hall. Além de uma estatueta, Beto França recebeu umcheque no valor de R$ 7 mil, assim com os outros vencedores dasoutras oito categorias premiadas. Com texto de José Antonio deSouza, esse espetáculo de grande delicadeza conta a história deuma jovem que se apaixona por um cavalo selvagem (Goulart) eficou em cartaz no Centro Cultural São Paulo em 2002. BetoFrança optou pela síntese poética - evitando a imitação e oexagero - na caracterização do ´homem-cavalo´. A premiação valoriza outras facetas da maquiagem paraalém do mero glamour ou da frivolidade. "Parabenizo a Avon porvalorizar profissionais da maquiagem dedicados à arte deembelezar o mundo", discursou França ao receber o prêmio,visivelmente emocionado. No seu caso, criou uma maquiagem´dramática´ que faz às vezes da máscara teatral. Na mesma linha,Henrique Mello e Luiz Ferreira ganharam o prêmio na categoriatelevisão, pela novela O Beijo do Vampiro. No cinema, venceu Sonia Penna pela maquiagem do filmeMadame Satã, principalmente a do protagonista, o ator LázaroRamos. A coreógrafa Deborah Colker foi a homenageada da noite eo maquiador Mauro Freire ganhou um prêmio especial. Westerley Dornellas venceu na categoria vídeopublicitário pela maquiagem daquela divertida propaganda decerveja em que o ator Mateus Nachtergaele vence obstáculos paraatender à encomenda de um coronel. "Fiquei surpreso com esse´menino´, um gênio", declarou o maquiador. Em mídia impressaeditorial venceu Saulo Fonseca; em mídia impressa publicitária,André Gagliardo; pelo desfile da Patachou, Daniel Hernandez eJuliana Novaes pelo clipe da Zélia Duncan. Já estão abertas as inscrições para o 10.º Prêmio AvonColor de Maquiagem. Informações podem ser obtidas através doe-mail premioavoncolor@uol.com.br.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.