Preminger e as instituições na TV paga

Zoom: Academia de Super-Heróis

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

15 de setembro de 2010 | 00h00

15H40 NA GLOBO

(Zoom). EUA, 2006. Direção de Peter Hewitt, com Tim Allen, Courteney Cox, Chevy Chase, Spencer Breslin, Kevin Zegers, Kate Mara.

Tim Allen faz o Capitão Zoom, que perdeu seus poderes, mas é chamado a salvar a Terra numa situação de extremo perigo. O tom é de comédia, nos limites do nonsense. Dá para rir um pouco. Reprise, colorido, 83 min.

A Noiva Síria

22 H NA CULTURA

(The Syrian Bride). França/Alemanha/Israel, 2004. Direção de Eran Riklis, com Hiam Abbass, Makram Khoury, Clara Khoury, Ashraf Barhom.

Fronteira entre Síria e Israel. É onde vive a comunidade drusa. Prepara-se uma festa de casamento. A noiva mora de um lado da fronteira, o noivo, do outro. A burocracia quase impede a união. Uma delícia de filme que fez grande sucesso internacional, tratando com humor e ternura do tema das diferenças culturais. A atriz israelense de origem palestina Hiam Abbass não é só uma bela mulher madura, mas também uma grande intérprete que trabalhou com Steven Spielberg (Munique) e Tom McCarthy (O Visitante), além de ter feito em seu país outro ótimo filme - Lemon Tree, do mesmo Eran Riklis. Reprise, colorido, 97 min.

Aventura na Ilha Encantada

22 H NA REDE BRASIL

(Journey to a Spirit Island). EUA,

1991. Direção de Laszlo Pal, com Bettina Brandon Douglas, Gabriel Damon, Nick Ramus.

Menina descendente de índios e dois amigos brancos lutam contra especuladores que querem construir hotel em território sagrado de seus ancestrais. Quando tudo parece perdido, o trio recebe ajuda de misterioso espírito do passado. O diretor estreante Laszlo Pal beneficiou-se, e muito, da excelência do fotógrafo Vilmos Szigsmond. Reprise, colorido, 95 min.

Bridget Jones, No Limite da Razão

23 H NA RECORD

(Bridget Jones: The Edge of Reason). EUA, Inglaterra, 2004. Direção de Beeban Kidron, com Renee Zellweger, Hugh Grant, Colin Firth, Gemma Jones, Jim Broadbent, James Faulkner.

O segundo filme de Renee Zellweger na pele de Bridget Jones (após O Diário de BJ, em 2001) teve o roteiro coescrito pela própria autora do livro original, Helen Fielding, mas os críticos caíram matando. O encanto do primeiro filme teria se evaporado, segundo eles. Pode até ser que o anterior fosse melhor, mas a indecisão de Renee entre o namorado (Colin Firth) e o ex-chefe (Hugh Grant) continua rendendo alguns momentos divertidos. Reprise, colorido, 108 min.

Intercine

2H15 NA GLOBO

A emissora exibe o preferido do público entre - Linha Vermelha, de Tibor Takacs, com Rutger Hauer, Mark Dacascos e Yvonne Scio, sobre experimento científico que ressuscita homem morto e ele investiga o próprio assassinato; e Amigas com Dinheiro, de Nicole Holofcener, com Jennifer Aniston, Joan Cusack, Frances McDormand e Catherine Keener, sobre três amigas endinheiradas que ajudam a quarta, tão mal de vida que está trabalhando como faxineira; a solução é arranjar-lhe um príncipe, isto é, um marido rico, milionário, de preferência.

Amanhã

A Globo exibe amanhã, no Intercine, o preferido do público entre - Assassinato no Presídio, de John Fasan, com Lou Diamond Phillips, Victoria Pratt e Martin Cummins, sobre mulher de militar que é esfaqueada até a morte numa base do Exército; o marido não aceita o veredicto oficial e resolve investigar, colocando a própria vida em risco (EUA, 2005, fone 0800-70-9011); e Eu Sei o Que Vocês Fizeram no Verão Passado, de Jim Gillepsie, com Jennifer Love Hewitt, Sarah Michelle Gellar, Ryan Phillippe, Freddie Prinze Jr. e Anne Heche, primeiro de uma série de terror sobre quatro amigos que atropelam e matam um sujeito numa estrada costeira; eles jogam o corpo no mar e fazem um pacto de esquecer o caso, mas passado um tempo recebem mensagens ameaçadoras e começa a série de assassinatos (EUA, 1997, fone 0800-70-9012).

TV Paga

A Primeira Vitória

1H15 NO TCM

(In Harm"s Way). EUA, 1965. Direção de Otto Preminger, com John Wayne, Kirk Douglas, Patricia Neal, Tom Tryon, Paula Prentiss, Henry Fonda, Brandon De Wilde, Jill Haworth, Dana Andrews, Burgess Meredith.

Depois de Anatomia de Um Crime (a Justiça), Exodus (a Revolução), Tempestade sobre Washington (a Política) e O Cardeal (a Igreja), Preminger fez aqui seu filme definitivo sobre o conflito entre o homem e a instituição, no caso, o Exército. O filme trata dos desdobramentos do ataque a Pearl Harbour e é centrado no personagem de John Wayne, tão sólido que seu apelido é Rock (Rocha). O uso do plano sequência, o elenco de jovens e veteranos, a ambiguidade do olhar do cineasta - que evita todo maniqueísmo e moralismo), tudo é notável. Mas o programa se ressente da tela pequena. Preminger estava no auge da utilização da tela ampla, a Panavision, que tornou ainda mais rica e complexa sua mise-en-scène. Reprise, preto e branco, 165 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.