Reprodução
Reprodução

Prédio do MinC no centro do Rio é desocupado pela Polícia Federal

Cerca de 80 agentes chegaram ao Palácio Capanema por volta das 6h da manhã desta segunda, 25

Constança Rezende, O Estado de S. Paulo

25 Julho 2016 | 10h39

RIO - O prédio do Ministério da Cultura, no centro do Rio, está sendo desocupado, na manhã desta segunda-feira, 25, pela Polícia Federal. Cerca de 80 agentes chegaram ao Palácio Capanema, por volta das 6h, em sete viaturas. Muitos policiais usam máscaras de gás lacrimogêneo e toucas ninja.

No início da desocupação, houve momentos de tensão, quando policiais abriram as barracas dos cerca de 30 ocupantes do local. Por volta das 9h, os manifestantes, após acordo, começaram a sair. Eles ocupavam o prédio havia 70 dias, em protesto contra o governo do presidente interino, Michel Temer, que, dizem, é produto de um golpe.

A desocupação foi em decorrência de uma decisão  judicial em favor do Instituto do Patrimônio Histórico e Cultural (Iphan), que pediu a reintegração de posse. A determinação é do último dia 21.

Segundo o advogado dos ocupantes,  Rodrigo Mondego,  o grupo não havia sido notificado até esta segunda. "Fomos pegos de surpresa. Mas estamos saindo. A administração do prédio nos informou que vai cercar o local com tapumes. O grupo vai fazer um reunião para saber quais vão ser os próximos passos", disse o advogado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.