Caio Kitade/ divulgação Fã Clube Regina Duarte
Caio Kitade/ divulgação Fã Clube Regina Duarte

Posse de Regina Duarte teve salão lotado, mas poucos representantes da classe artística

Atriz convidou até mesmo o seu fã-clube para sua posse, que teve direito a local especial; Carlos Vereza e Rosamaria Murtinho também estiveram presentes

Tânia Monteiro, O Estado de S. Paulo

04 de março de 2020 | 16h18
Atualizado 05 de março de 2020 | 14h08

BRASÍLIA - O salão nobre do Palácio do Planalto estava lotado nesta quarta-feira, 4, para a posse da atriz Regina Duarte como secretária especial da Cultura do governo de Jair Bolsonaro. Na plateia, no entanto, havia poucos representantes da classe artística.

Maria Paula, ex-integrante do humorístico Casseta & Planeta, era uma das presentes. Ela elogiou o discurso "pela pacificação" do setor cultural do País feito por Regina. "A cultura não tem nada a ver com partido político, com direita e esquerda. Cultura é de todos, o Brasil é plural e todo mundo tem de ter vez aqui", afirmou ao Estado, lembrando que também participou de cerimônias nos governos de Dilma Rousseff e Michel Temer.

Ex-colegas de elenco de Regina na TV Globo, Carlos Vereza e Rosamaria Murtinho também prestigiaram a posse. Para o ator, a amiga tem totais condições de pacificar o setor. "Precisa parar de reclamar e trazer propostas. Ela está muito aberta a isso", afirmou.

Já o locutor de rodeios Cuiabano Lima citou o "nível de sensibilidade e a coragem" de Regina. "Ela acredita na mudança. É um desafio porque as criticas existem e ela teve coragem de abdicar a muita coisa para enfrentar muitos paredões. Não é Big Brother, mas ela já teve de enfrentar muitos paredões até aqui pra aceitar esse cargo."

Regina Duarte, que tem obtido apoio dos militares para conseguir fazer as mudanças que quer fazer na secretaria, desceu a rampa que dá acesso ao segundo andar do Palácio, onde fica o salão nobre, de braços dados com o vice-presidente da República, general Hamilton Mourão.

No discurso, também fez questão de agradecer ao secretário de Governo, general Luiz Eduardo Ramos. E, embora não tenha sido citado, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno Ribeiro, é outro apoiador da atriz.

Regina Duarte convidou até mesmo o seu fã-clube para sua posse, que teve direito a local especial, com tabuleta "Fã Clube da Regina Duarte". Andrea Guimarães uma das organizadoras do grupo, acompanha a atriz desde 1985. "Já fui a Goiânia, Uberlândia, onde você imaginar. Aqui tem representante de fã clube até de Portugal", contou ela, que liderava um grupo de 16 pessoas, de oito Estados. "Com certeza ela vai dar certo e vai ajudar a cultura do Brasil. É a namoradinha do Brasil", completou.

Para Entender

Por dentro da Secretaria Especial da Cultura

Saiba o que fazem as secretarias e instituições subordinadas a Regina Duarte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.