Pop:Tulipa se expande e consagra estilo inconfundível

TULIPA RUIZ

O Estado de S.Paulo

30 de junho de 2012 | 03h10

TUDO TANTO

Natura Musical

Preço médio: R$ 25

ÓTIMO

A voz de Tulipa Ruiz se propagou desde o lançamento do álbum de estreia, Efêmera (2010), como algo peculiar, pelo timbre, pela afinação, pela naturalidade, inconfundível. Agora com Tudo Tanto, totalmente autoral, o fenômeno se justifica melhor. Além da desenvoltura vocal, ela consagra o estilo de composição e uma sonoridade pop tão acessível quanto elaborada. Por mais que se busquem referências na tentativa de classificá-la, conclui-se que Tulipa não só tem, mas é um estilo próprio de música urbana. Além da companhia do pai, o guitarrista Luiz Chagas, na sonoridade e na parceria de uma das canções, é importante ressaltar a colaboração com o irmão Gustavo Ruiz, também parceiro dela em várias composições. Mais do que em Efêmera, este é um disco da dupla, já que a produção e os arranjos de Gustavo também trilham caminhos de interpretação e vice-versa. A voz de Tulipa se expande e se entrelaça nos arranjos, como na surpreendente Víbora (dela com Gustavo, Luiz, Criolo e Caio Lopes) em que "dialoga" com a guitarra. Tulipa também é certeira nas letras existenciais, que partem tanto de experiências pessoais como de sua capacidade de observar o cotidiano e personagens curiosos. Rico em detalhes em cada faixa, o CD tem vários hits potenciais - o maior deles é Dois Cafés, em duo mais do que adequado com Lulu Santos. / LAURO LISBOA GARCIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.