POP-ROCK REGIONALEx-Cordel ganha relevo na estreia de Os Sertões

OS SERTÕES

O Estado de S.Paulo

09 de março de 2013 | 02h12

A IDADE DOS METAIS

Independente. Preço: Grátis no site www.ossertoes.rec.br

BOM

Criada em 2010 por Clayton Barros, um dos fundadores do extinto Cordel do Fogo Encantado, o quarteto pernambucano Os Sertões chega com o estimulante álbum de estreia, A Idade dos Metais, mesclando elementos interioranos de sua origem de Arcoverde, e a ebulição da urbe recifense. Cantor, violonista e guitarrista, Clayton era, como diz Braulio Tavares, a "ponte harmônica" entre a poesia teatral de Lirinha e a percussão de sua ex-banda, da qual naturalmente traz alguma influência, como se ouve em Alamedas e Da Infância. Ele também ganha relevo como compositor de 8 das 11 faixas do CD, que inclui dois temas instrumentais (um deles de Les Baxter) e uma reinterpretação de Galope Rasante (Zé Ramalho). Ska, rock e ritmos de sotaque regional, como frevo, em roupagem pop, fluem de fontes diversas, algumas identificadas nas figuras retratadas na capa, mais uma inspirada no clássico Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, dos Beatles. O trombone de Deco se junta a vários convidados que tocam tuba, trompete, sax e outros metais reluzentes. Entre as muitas participações, destaca-se o conterrâneo Otto em A Pedra. / L.L.G.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.