Político russo processa Gaga

Um integrante do governo da Rússia abriu processo judicial contra Lady Gaga sob a acusação de que ela teria promovido os direitos dos homossexuais para menores durante show realizado domingo no país. "Além de canções, etc., havia apelos diretos para que cidadãos de 12 anos apoiassem a comunidade GLBT", afirmou, em queixa oficial, Vitaly Milonov, vereador em São Petersburgo pelo partido Rússia Unida. O político utilizou a lei municipal da qual é mentor, que proíbe a "propaganda homossexual", para acusar a cantora de violar essa lei no início do show. Ele já havia tentado sem sucesso proibir o acesso de menores de 18 anos ao show. / REUTERS

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.