Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Polícia tem pista sobre quadro de Edvard Munch

Pela primeira vez, a polícia da Noruega tem uma pista sólida sobre o caso dos quadros O Grito e A Madonna, de Edvard Munch, roubados por ladrões mascarados, à luz do dia, no dia 22 de agosto do museu do pintor expressionista em Oslo.Segundo um assistente do chefe da polícia de Oslo Iver Stensrud, um homem foi interrogado como suspeito de ter relação com os ladrões através o veículo usado por eles durante a fuga. Segundo a polícia, o homem não identificado continua em liberdade enquanto o caso não é solucionado. Não há sinal das pinturas, mas a imprensa norueguesa afirma que uma delas, Madonna, pode estar seriamente danificada.Em 1994, uma cópia de O Grito foi roubada da Galeria Nacional em Oslo e recuperada poucos meses depois.O pintor norueguês Munch é um dos nomes mais importante do expressionismo e O Grito um dos quadros mais conhecidos do mundo, símbolo da angústia existencial. Madonna mostra uma mulher misteriosa de cabelos pretos com o seio nu. Ambas foram pintadas en 1893. Munch morreu em 1944 aos 80 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.