Polícia faz batida no estúdio onde Kate Moss cheirou cocaína

Policiais britânicos fizeram uma batida policial no estúdio de gravação em Londres onde Kate Moss cheirou cocaína, informou um jornal neste sábado, acrescentando que a modelo deverá ser interrogada. Segundo a imprensa local, atualmente, a supermodelo britânica, de 31 anos, está em uma clínica para famosos nos Estados Unidos. O jornal "Daily Mirror", que deflagrou o escândalo ao publicar fotos da modelo, anunciou que a equipe da Scotland Yard tinha um mandado para procurar drogas no estúdio. Os policiais passaram quatro horas no local e saíram com várias sacolas. De acordo com o tablóide, os agentes se recusaram a informar se encontraram ou não narcórticos. "A batida no estúdio de gravação é a primeira etapa. Nós queremos descobrir quem era o fornecedor das drogas e por que Kate Moss as tinha em seu poder", declarou um policial ao "Mirror". Um porta-voz da Scotland Yard confirmou que a polícia fez uma batida em Chiswick, oeste de Londres, na quinta-feira. Na semana passada, a modelo apresentou suas desculpas públicas após a publicação das fotos que a fizeram perder três contratos e colocou sua carreira em perigo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.