Polícia encontra nota de US$ 20 enrolada na casa de Ledger

Substância contida na nota ainda será analisada; ator será enterrado em sua cidade natal, Perth, diz agência

Agências internacionais,

24 Janeiro 2008 | 08h42

A Polícia de Nova York informou na quarta-feira, 23, que encontrou na casa do ator Heath Ledger uma nota de US$ 20 enrolada e com resíduos de alguma substância que será analisada por especialistas. O comissário da Polícia de Nova York, Ray Kelly, não forneceu mais detalhes sobre a substância encontrada na nota que, aparentemente, estava no chão, perto da cama do ator.   Veja também:   Causa da morte de Heath Ledger deve ser revelada em 10 dias Ator Heath Ledger é encontrado morto em NY Família diz que morte foi acidental Morte choca a Austrália Galeria de fotos  Trailer de 'Batman', último filme de Ledger        Kelly indicou, porém, que até agora não foram encontradas drogas ilegais na casa do ator, que morreu na terça-feira, 22, possivelmente por overdose.   O ator será enterrado em sua cidade natal, Perth (Austrália Ocidental), segundo informou nesta quinta-feira, 24, a agência de notícias australiana AAP. O funeral pode ser realizado na escola Guilford Grammar, onde Ledger estudou, mas a informação ainda não foi confirmada.   O departamento de Assuntos Exteriores australiano confirmou à rádio ABC que o consulado ofereceu assistência à família para transferir o corpo de Ledger à Austrália.   O ator australiano, indicado ao Oscar por seu trabalho no filme O Segredo de Brokeback Mountain (2005), foi encontrado morto pela empregada doméstica que tentou acordá-lo para uma sessão de massagem, em seu apartamento no centro de Manhattan.   A massagista, Diana Wolozin, contou à polícia que Ledger estava gelado, mas que achou que ele estava apenas inconsciente. Ela pegou o telefone celular do ator e ligou para a atriz Mary Kate Olsen, estrela do seriado Full House, que tinha o seu número gravado no aparelho. Mary Kate, que também mora em Manhattan, mas estava na Califórnia na terça-feira, disse que mandaria o seu segurança particular para ajudar a lidar com a situação.   Ao perceber que talvez Ledger estivesse morto, a massagista ligou novamente para Mary Kate e para a emergência. Os paramédicos chegaram minutos depois, junto com o segurança da atriz, mas já era tarde. O fato fez surgir rumores de que o ator estivesse na casa da atriz quando foi encontrado morto. Mas, segundo informações do site TMZ, não passaram de especulações.   As autoridades nova-iorquinas reiteraram que os resultados da autópsia de Ledger devem demorar cerca de 10 dias, e que os exames preliminares são inconclusivos. Os investigadores encontraram no apartamento do ator receitas médicas para seis tipos de medicamentos, incluindo pílulas contra insônia e ansiedade, segundo o jornal Newsday, que cita fontes anônimas.   Heathcliff Andrew Ledger nasceu em 4 de abril de 1979 na cidade australiana de Perth e era descendente de escoceses e irlandeses. Ele viveu no oeste de seu país natal até os 16 anos, quando abandonou a escola faltando um ano para se formar e mudou-se para Sydney.   Ledger tinha uma filha com a também atriz Michelle Williams, a quem conheceu na filmagem de O Segredo de Brokeback Mountain. Eles ficaram juntos por três anos e se separaram em setembro de 2007.   Em 2006, ele concorreu ao seu primeiro Oscar na categoria de melhor ator por seu trabalho em O Segredo de Brokeback Mountain, um filme com uma visão transgressora do Oeste americano. Ledger interpretava um "cowboy" envolvido em uma trágica história de amor com outro vaqueiro, interpretado por Jake Gyllenhaal, nas montanhas de Wyoming.   Seu último trabalho foi o papel de Coringa em Batman: The Dark Knight, do diretor britânico Christopher Nolan, e que se encontra em plena pós-produção  

Mais conteúdo sobre:
Heath Ledger

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.