Polícia alemã investiga molho de kebab após agressão

A polícia alemã está investigando um molho de chili para determinar se ele estava tão apimentado que foi capaz de provocar graves danos corporais quando usado numa agressão.

REUTERS

16 de outubro de 2009 | 15h37

A polícia pegou uma mostra do molho de uma barraca de kebab na estação central de trem de Bremen, depois que um vendedor atirou o molho nos olhos de um freguês durante uma briga sobre guardanapos.

"Legalmente, a questão sobre se a quantidade de pimenta no molho de kebab é normal ou capaz de provocar danos corporais deve ser verificada", disse a polícia da cidade, que fica no norte da Alemanha, nesta sexta-feira.

Autoridades interromperam a briga, que começou depois que um jovem de 23 anos limpou as mãos sujas na barraca de kebab, depois que o vendedor se recusou a lhe dar um guardanapo de papel. O vendedor respondeu atirando um punhado de molho no rosto do homem.

Os olhos das vítimas ficaram imediatamente vermelhos e a polícia está investigando por que a briga por guardanapo começou, disse um porta-voz. Os dois envolvidos na briga podem ser acusados.

Tudo o que sabemos sobre:
ODDKEBAB*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.