Polêmica: Manguel ataca Llosa

Para um filho de embaixador conhecido por sua amabilidade e educação, o escritor canadense Alberto Manguel, que lançou em Olinda Todos os Homens São Mentirosos, usou adjetivo forte para definir o colega peruano ganhador do Nobel de Literatura deste ano, Mario Vargas Llosa: "imundo". Manguel surpreendeu ao responder a uma pergunta da plateia sobre a importância dos prêmios na vida de um escritor. "Nada tenho contra os prêmios, pois representam dinheiro e um escritor tem de viver, afinal", respondeu, de forma direta, concluindo: "Que esse prêmio seja destinado a um ser humano imundo, não quer dizer que não seja um grande escritor."

Antonio Gonçalves Filho, O Estado de S.Paulo

16 de novembro de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.