Poemas inéditos de Marilyn Monroe

POESIA

, O Estado de S.Paulo

01 de maio de 2010 | 00h00

Uma coleção de poemas, notas íntimas e cartas manuscritas de Marilyn Monroe (1926-1962) será publicada em vários países ainda em meados deste ano na Europa e nos Estados Unidos. O volume, contendo 250 páginas, foi ordenado cronologicamente e contém diversos tipos de documentos pessoais da atriz, datados do período de 1943 a 1962, incluindo cartas trocadas com seu psicanalista. O livro terá versões em espanhol, francês, inglês, italiano e alemão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.