Poema na Internet condena jovem à prisão no Egito

A Organização Egípcia de Direitos Humanos denunciou hoje a condenação há um ano de prisão de Shohdy Naguib Soror, filho do poeta Naguib Soror, por ter publicado em um site na Internet, um poema de conteúdo político escrito por seu pai e dirigido ao órgão genital feminino. Soror apelou da sentença e um novo julgamento será realizado em 26 de agosto. Trata-se de "um poema político coloquial, escrito e publicado pelo pai de Shohdy", sobre o qual nunca houve censura desde que ele o escreveu nos anos 70, declarou a organização.A organização expressou "preocupação pelo contínuo uso da lei que restringe o direito à liberdade de opinião, de expressão e o direito à troca de informaçào", e que vai contra as normas internacionais às quais o Egito aderiu no passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.