Poema e carta de Simón Bolívar são vendidos em Londres

Poema e carta de Simón Bolívar são vendidos em Londres

Foram leiloados em Londres um poema manuscrito, uma carta de recrutamento e um tufo de cabelo de Simón Bolívar, obtido após sua morte. A venda dos objetos marcou o início do leilão da coleção particular da viúva do militar James Towers English, da Legião Britânica, que combateu o libertador que lutou pela independência da América do Sul. A coleção, com documentos e artigos reveladores sobre a vida de Bolívar, foi arrematada por um comprador anônimo pelo valor de US$ 45 mil. Entre os destaques dos itens oferecidos pela casa de leilões Bonhams está uma carta escrita pelo general venezuelano em 1826. O organizador David Park destacou a importância dos artigos bolivarianos, dizendo que a coleção é um "lembrete fascinante de uma época crucial na história da América do Sul". Ainda segundo ele, os objetos elucidam aspectos até hoje pouco revelados sobre o lado mais humano de Bolívar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.