"Playboy" quer Britney e Zeta-Jones nuas

A Playboy americana pode não ser mais a mesma revista lida pela maioria da população adulta dos Estados Unidos nos anos 70, mas continua ambiciosa como nunca. Principalmente por meio da forte personalidade de seu fundador, Hugh Hefner, de 77 anos. O empresário disse à revista americana US Weekly desta semana que gostaria muito que a cantora Britney Spears tirasse a roupa em sua publicação. "Ela daria uma ótima namorada", acrescentou Hefner.Ele também brincou e citou Picasso para explicar sua atual preferência por louras oxigenadas. "Picasso teve sua fase rosa e sua fase azul. Estou em minha fase loira", disse ele. Mas não é só a loura quem está na mira da Playboy americana. A morena Catherine Zeta Jones, mulher do astro Michael Douglas, foi citada por Hefner como uma outra capa desejada. "Elas, Britney e Zeta Jones, realmente resumem o tipo de beleza de que gostamos na Playboy", disse ele, que apenas não explicou como convencer as duas beldades a se despirem na revista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.