Platéia vira coadjuvante e janta em meio a peças

Em dois restaurantes do Itaim-Bibi, os atores têm de disputar a atenção dos clientes com pratos de macarrão ou pedaços de pizza. O Jamaica e o Santa Massa Pizza Bar reúnem gastronomia e espetáculos teatrais, fazendo com que o cliente una dois tipos de "diversão" no mesmo espaço. Na peça Nos Tempos de Martins Pena, em cartaz no Restaurante Jamaica às terças-feiras, até 12 de setembro, os clientes figuram como coadjuvantes, participando como convidados das bodas de porcelana do casal José Antonio e Merenciana. Por esse motivo, o grupo Hic Et Nunc atua como se conhecesse a platéia há muito tempo. Durante o espetáculo, os convidados saboreiam carpaccio, vinho, bolo e até um jantar. Dirigida por Ewerton de Castro, a peça foi adaptada de O Diletante, de Martins Pena. O autor, que viveu no século 18, ficou conhecido por suas comédias de costumes. Segundo o diretor, a idéia de encenar um espetáculo em um lugar "alternativo" era um antigo projeto.Quando a turma de atores se formou na escola de artes cênicas de Ewerton de Castro, eles sugeriram algo que fugisse do usual. "Juntei essa proposta com meu antigo projeto e funcionou", explica Ewerton. Para ele, apresentar um espetáculo em um restaurante faz com que as pessoas criem uma relação de proximidade com as artes cênicas. Esquetes - Já a Cia. Arteiros in Cena optou por esquetes rápidos, de dois ou três minutos, para entreter os freqüentadores do Santa Massa Pizza Bar. Todas as sextas-feiras, até 30 de setembro, a trupe apresenta o projeto Kaos Cômico. Enquanto os clientes saboreiam a especialidade da casa, os atores interpretam cenas inspiradas no dia-a-dia. Ainda no pizza-bar, no sábado, o humorista Carim Féres apresenta os causos do matuto Zé da EstradaM e o desbocado boneco ventríloquo Zé Pereira. O ator também faz imitações de personalidades famosas, como Roberto Carlos, Gil Gomes, Clodovil e diversos políticos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.