Pitty se prepara para lançar seu 3º álbum de inéditas

A baiana Pitty se prepara para lançar em agosto seu terceiro disco de inéditas, ainda em produção no estúdio/casa do baterista e ex-namorado Duda Machado. Desde janeiro, a rotina da cantora baiana e o grupo é a mesma. Shows no final de semana e 12 horas diárias de experimentos, rabiscos e discussões durante a semana no aconchegante espaço no centro de São Paulo, que a cantora chama de ?factory?.

AE, Agencia Estado

15 de junho de 2009 | 11h35

?Enquanto gravo uma voz, o Martin (guitarrista) cozinha, o Spencer (videodesigner) alimenta nosso site, alguém pinta uma tela. Montamos um espaço criativo onde as ideias são fomentadas a todo momento?, fala Pitty. Cantora e banda ficaram quatro anos sem gravar um álbum de inéditas. Para voltar a escrever, Pitty tirou o pó dos seus cadernos de anotação e juntou a eles um dicionário, livros de filosofia, psicologia e história da arte.

Os assuntos escolhidos para a nova empreitada não diferem muito dos já apresentados em seus dois primeiros álbuns de estúdio (Admirável Chip Novo, de 2003, e Anacrônico, 2005): segundo ela, ?uma investigação sobre o ser humano como um todo?. Musicalmente, entretanto, o disco (ainda sem nome) aposta na infusão de músicas ?para dançar?, baladas psicodélicas com suspiros de Portishead e Velvet Underground, experimentalismo e o peso habitual de suas composições. ?Vamos brincar com tudo. Gravei chuva, maracas, sinos, guizo, palmas, uma voz debaixo da goiabeira...? As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
músicaPitty

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.