Pinturas de Picasso e Mondrian são roubadas de galeria grega

ATENAS (Reuters) - Duas pinturas, uma do mestre Pablo Picasso e outra do famoso pintor holandês Piet Mondrian, foram roubadas da Galeria Nacional da Grécia nesta segunda-feira, disseram fontes policiais.

REUTERS

09 de janeiro de 2012 | 11h50

Os ladrões invadiram a galeria durante a madrugada e pegaram a obra de Picasso "Cabeça de Mulher", de 1939, disse um policial sem revelar o título da outra obra.

O Ministério da Cultura e a polícia confirmaram que duas pinturas foram roubadas, mas não revelaram oficialmente os nomes dos artistas.

"Depois que o alarme disparou, o segurança descobriu que as duas pinturas tinham desaparecido. Outra estava jogada no chão", disse uma autoridade à Reuters.

A polícia ainda investigava se faltava outra obra de arte.

A coleção da Galeria Nacional inclui duas pinturas de Mondrian, o "Moinho" e "Paisagem", ambas datadas de 1905, e um desenho, "Estudo de Flor".

Em outubro, a polícia na Sérvia recuperou duas pinturas de Picasso roubadas em 2008 de uma galeria na Suíça e que valiam milhões de dólares.

A Grécia recuperou em setembro uma pintura do mestre flamengo Peter Paul Rubens, roubada de um museu belga em 2011, e prendeu dois gregos que tentavam vendê-la a um policial disfarçado por cerca de 1 milhão de dólares.

(Reportagem de Renee Maltezou)

Tudo o que sabemos sobre:
ARTEPICASSO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.