Pintor norte-americano Andrew Wyeth morre aos 91

Andrew Wyeth, um dos pintores mais conhecidos dos EUA, famoso por retratar as paisagens da Pensilvânia e do Maine, morreu na sexta-feira aos 91 anos, após uma breve doença, segundo a assessora de imprensa do museu Brandywine River, perto da casa dele. Em nota, o museu disse que o artista morreu ao amanhecer, dormindo, cercado por parentes e amigos. Seu quadro mais famoso é "O mundo de Christina" (1948) paisagem cheia de melancolia, pintada, como muitas das suas telas, com têmpera de ovo, uma técnica que segundo ele o obrigava a desacelerar sua pintura. Wyeth foi o primeiro artista norte-americano desde John Singer Sargent a ser admitido na Academia Francesa de Belas-Artes, e o primeiro artista norte-americano vivo a ter uma exposição na Real Academia de Artes de Londres, segundo a nota do museu. Em 2006, uma exposição da sua obra no Museu de Arte de Filadélfia atraiu 177 mil visitantes, maior público para um artista vivo nesse museu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.