Pintor Ítalo Cencini morre aos 86 anos

Foi sepultado ontem, no cemitério Congonhas, o pintor paulistano Ítalo Cencini, morto anteontem, aos 86 anos, vítima de um acidente vascular cerebral, segundo informações de sua filha Júlia. Afastado do circuito de exposições desde 1997, quando sua obra foi exibida na Casa das Rosas, Cencini teve formação acadêmica e foi amigo de Bonadei e Volpi. Figurativo, Cencini manteve-se fiel a seus personagens - mulheres e figuras mitológicas, especialmente - desde sua primeira individual, em 1954, na Escola Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro. E foi como expressionista que sedimentou sua carreira, marcada pelo traço elegante e cromatismo suave.

, O Estado de S.Paulo

07 de janeiro de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.