Pina Bausch receberá Leão de Ouro pela carreira em Veneza

A coreógrafa alemã Pina Bausch receberá o prêmio Leão de Ouro pela carreira no Festival Internacional de Dança de Veneza, que será realizado entre os dias 14 e 30 de junho. O reconhecimento para a prestigiada artista alemã foi proposto pelo diretor do Festival, Ismael Ivo, e aprovado nesta quinta-feira, 19, pela Bienal de Veneza, organizadora do Festival. A cerimônia de premiação ocorrerá no dia 20 de junho no Teatro Piccolo Arsenale, em Veneza, durante o evento. Em 2006, o prêmio foi entregue à Carolyn Carlson. "Pina Bausch é uma artista que marcou uma nova via original de expressão cênica do corpo que dança e fala, influenciando não apenas a dança contemporânea, mas também as artes relacionadas, mudando os horizontes", afirma a Bienal de Veneza em nota oficial. "Bausch é uma coreógrafa que inovou o teatro, tornando-o mais do que nunca físico e musicando a dramaturgia. Uma diretora que assinou montagens sábias de movimentos, sons e textos para contar através da dança histórias de pessoas, indivíduos, vidas, atingindo um público numeroso e variado, como a dança nunca tinha visto antes", diz ainda o comunicado.Carreira Se a Bienal em 1985 ofereceu à Pina Bausch a primeira consagração oficial com uma antologia dedicada às suas obras, a ligação com Veneza e a instituição se renova este ano com a atribuição do Leão de Ouro por uma carreira única e singular. Pina Bausch começou a estudar dança em 1955 em Essen. Após uma longa temporada nos Estados Unidos, voltou para a Alemanha em 1962, onde em 1969 assumiu a direção da escola de dança Folkwang, onde já dançava desde o ano anterior. Em 1973 assumiu a direção do Wuppertaler Tanztheater, com o qual até hoje assina todas suas criações. Os anos 70 marcaram as suas obras mais significativas, nas quais rompe com as formas tradicionais da dança-teatro, como em Le Sacre du Printemps (1975) e Café Muller (1978). Pina também atuou como atriz no filme E La Nave Va (1982) de Federico Fellini, enquanto Pedro Almodóvar inicia seu filme Fale Com Ela (2001) com algumas cenas do espetáculo Café Muller. No ano passado, Pina Bausch esteve no Brasil com o espetáculo Para as Crianças de Ontem, Hoje e Amanhã, criado em 2002 após os atentados de 11 de Setembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.