Pillar Café agrada sem emocionar

O Pillar Café pode ser uma opção para um jantar sossegado, talvez romântico, em Pinheiros. Um restaurante pequeno, porém polivalente, que vai dos salgadinhos aos pratos mais elaborados. Cozinha correta, que agradou sem emocionar.Um pequeno sobrado da Rua Joaquim Antunes, 489 (entre a Rua dos Pinheiros e a Artur de Azevedo) que já serviu de ateliê para o artista plástico John Gras. A também artista Mônica Gribel, que desenvolve trabalhos de design, assumiu o espaço e resolveu abrir um café-restaurante, que começou só servindo o almoço e depois ampliou o horário e o cardápio. Na frente, um pequeno terraço com umas três mesas e depois um pequeno salão interno, com um balcão com a máquina de café e duas mesinhas. O ambiente mais gostoso, mais aconchegante fica no mezzanino, com um pequeno bar, umas oitos mesas, um jogo de sofás e bancada com revistas e jornais.O cardápio não é extenso, mas comporta várias divisões: quatro entradas (com preços entre R$ 6,90 e R$16); duas bruschetas (as torradas com vários ingredientes por cima, a R$ 9,80); três sanduíches (entre R$ 5,50 e R$ 9); dois pratos leves (R$ 7 e R$ 11,90); quatro porções para acompanhar os drinques (entre R$ 6,40 e R$ 7 as porções com oito unidades); três saladas (entre R$ 12 e R$ 17 a porção normal e R$ 9 e R$ 11,50 a meia porção); seis pratos principais (aves, carnes e frutos do mar, entre R$ 16,40 e R$ 25); dois risotos (R$ 19,50 e R$ 23); sete massas (entre R$ 12 e R$ 18), além das sobremesas.A cozinha não tem grandes pretensões, mas faz com competência vários pratos, começando pelas saladas caprese (bonita, com bons ingredientes, feita com tomate caqui, mussarela de búfala e pesto suave de manjericão) e caprino (folhas verdes, pêra e bolinhas de queijo fresco de cabra).Muito bom mesmo o nhoque de batata, que foi acompanhado por um ragu de carne caseiro, mas sem muito gosto. Faltou tempero ao prato. Felizmente, o queijo parmesão corrigiu parcialmente o problema. Corretamente grelhado o filé de salmão que foi servido com um gostoso purê de mandioquinha. Filé mignon light sem muita graça. Afinal, o que se pode esperar de um filé com esse nome? Ele é fininho, passou um pouco demais e veio com um molhinho de manteiga com ervas e legumes ao vapor. O destaque ficou com o peito de perdiz com polenta fresca. A carne da ave macia, úmida e saborosa. Não é fácil fazer essa ave, que é seca e tem pouquíssima gordura. Carta de vinhos fraca, abaixo do nível da cozinha. Cheesecake de gengibre apenas razoável, doce demais. Ótimo o café, cremoso e forte.Pillar Café - Rua Joaquim Antunes, 489, tel.: 3085-4667. De seg. a sáb., das 12 às 15h30 e das 19h à 0h30.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.