Pianista Evgeny Kissin cancela recitais em SP

O pianista russo Evgeny Kissin cancelou ontem pela manhã a turnê latino-americana que faria em junho, incluindo dois concertos em São Paulo, programados para os dias 4 e 27. O motivo foi a morte de seu pai, Igor Kissin, na noite de quarta-feira, em Nova York.

JOÃO LUIZ SAMPAIO, O Estado de S.Paulo

01 de junho de 2012 | 03h23

Kissin já estava no Rio quando recebeu, na manhã de quarta, a notícia de que seu pai havia sofrido um enfarte. Cancelou a apresentação prevista para ontem no Teatro Municipal e embarcou imediatamente para os Estados Unidos. A volta ao País para o primeiro recital em São Paulo havia sido condicionada à melhora do estado de saúde de seu pai.

Segundo a Sociedade de Cultura Artística, promotora dos concertos na cidade, os recitais serão remarcados para o segundo semestre, mas ainda não há informações sobre novas datas. Os ingressos já adquiridos pelo público continuarão válidos para as novas datas. Não foram divulgados detalhes sobre a possibilidade de ressarcimento para quem não puder comparecer às novas apresentações.

Aos 40 anos, Kissin é um dos mais celebrados pianistas da atualidade. Nascido em Moscou em outubro de 1971, fez sua estreia aos 11 anos, interpretando os dois concertos para piano de Chopin. Em seguida, gravou ao vivo seu o primeiro disco, com o Concerto n.º 1 para Piano e Orquestra de Tchaikovski regido por Herbert Von Karajan, à frente da Orquestra Filarmônica de Berlim. Virtuose, alia a destreza técnica a uma musicalidade pessoal. Sua última visita ao Brasil foi em meados dos anos 1990, quando se apresentou no Teatro Municipal de São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.