Pia Fraus recebe Cervantes no Sesi

O Teatro Popular do Sesi abre suas portas a partir de hoje para receber a nova montagem do grupo Pia Fraus - Farsa Quixotesca, baseado na obra Engenhoso Fidalgo Dom Quixote de La Mancha, obra escrita há quase 400 anos pelo espanhol Miguel de Cervantes. Só que a versão que o Pia Fraus leva ao palco vai contar a famosa história a partir da visão de Dulcinéia, a amada que o herói nunca encontrou. Hugo Possolo, diretor do espetáculo, afirma que a montagem foi construída como uma brincadeira que se apropria de elementos circenses, como o trapézio e vários bonecos gigantes. "Farsa Quixotesca tem a pretensão de fazer com que todos se pensem um pouco como loucos", diz o diretor. Foi exatamente na forte ligação que a loucura tem com o humor, diz Possolo, que o espetáculo se baseou. Em cena, sete atores e um músico vivem papéis de três Dom Quixotes e três Sanchos Pança, mas só um interpreta a inatingível Dulcinéia. Começo pelo fim. "A princípio eu não queria fazer simplesmente uma adaptação de Dom Quixote, então usei fragmentos que julgava mais importantes e os coloquei sob o ponto de vista de Dulcinéia", comenta o diretor, que colocou máscaras em alguns personagens, simbolizando a farsa, "porque todos nós sempre sonhamos com o impossível". " É o confronto entre a loucura e a vida social, o louco é puro e não precisa se esconder atrás de máscaras, tudo que acredita é real ." Com 1h40 de duração, a história começa pelo fim, ou seja, com a morte de Dom Quixote e a chegada de Dulcinéia. "Já pensava em trabalhar com o Quixote, por isso para fazer a peça estudei toda a obra de Cervantes - até mesmo sua vida pessoal, que é sutilmente insinuada em Dom Quixote. No espetáculo, fiz questão de deixar isso bem claro ao público." Não é a primeira vez que Possolo trabalha com o grupo Pia Fraus. Em abril o diretor, que também faz parte do grupo Parlapatões, montou com o Pia Fraus o espetáculo Caguei para os 500 Anos, uma sátira às comemorações do Descobrimento do Brasil. Nos últimos quatro anos o Pia Fraus tem levado suas peças para além das fronteiras nacionais. O grupo já esteve na Espanha, Portugal, Inglaterra, Suécia, Índia e Argentina. Neste ano, volta a se apresentar em outros festivais europeus na última semana de setembro. Farsa Quixotesca fica em cartaz até o dia 10 de dezembro, mas na semana de 27 de setembro a 1º de outubro não haverá espetáculo por causa da excursão que o grupo fará à Europa. Farsa Quixotesca - Teatro Popular do Sesi (Avenida Paulista, 1.313, tel. 284-3639. De Os ingressos devem ser retirados uma hora antes do início da peça, na bilheteria do teatro. De quinta a sábado às 21 h; domingo às 19 h.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.