Pesquisa aponta estreita relação entre TV e violência

Adolescentes que assistem a mais de uma hora de televisão por dia têm mais propensão à violência. É o que aponta um estudo que acompanhou o comportamento de 700 pessoas em duas regiões de Nova York, ao longo de 17 anos. De acordo com a pesquisa, os índices de violência, incluindo furtos, assaltos e brigas, crescem dramaticamente nos casos de maior exposição à TV. Segundo o pesquisador Jeffrey G. Johnson, da Columbia University, seus resultados aconselham pais responsáveis a controlar o tempo dispensado pelos filhos em frente ao aparelho, ao menos nos primeiros anos da adolescência.A associação entre violência e televisão em excesso já havia sido estudada antes. Mas, conforme Johnson, é a primeira vez que se quantifica o tempo gasto em frente à TV, assim como é a primeira vez que se acompanha ao longo dos anos o comportamento dos telespectadores.Dos jovens estudados, 5,7% dos que perdiam menos de uma hora por dia diante da televisão, aos 14 anos, envolveram-se em atos violentos entre os 16 e 22. Entre aqueles que viam entre uma e duas horas de TV diariamente, a porcentagem subiu para 22,5%. Entre os que aos 14 anos dedicavam ao aparelho mais de três horas diárias, 28,8% acabaram envolvidos em atos violentos. Os resultados completos devem ser publicados na sexta-feira na revista Science.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.