AP
AP

Personalidades prestam homenagens a Gore Vidal

Escritor americano morreu em Los Angeles por complicações decorrentes de uma pneumonia

01 de agosto de 2012 | 13h29

O escritor americano Gore Vidal recebeu hoje muitas homenagens de seus leitores, comuns e celebridades, em todo o mundo. O "Oscar Wilde da modernidade", cujos comentários sobre política, sexo e cultura dos Estados Unidos o transformaram em um dos autores mais conhecidos de sua geração, morreu nesta terça-feira, 31 de julho, em sua casa, na cidade de Los Angeles, por complicações decorrentes de uma pneumonia.

Sidney Blumenthal, ex-assessor de Bill Clinton, disse em entrevista à rádio BBC que Vidal era "uma das várias figuras literárias dominantes da América de meados do século. O que ele tinha em suas veias era um sentido de alta política e um entendimento - de forma que nenhuma outra figura literária de sua geração tinha - de Washington. Foi único."

O britânico Jonathan Miller, diretor de ópera e teatro que frequentou os mesmos círculos de celebridades que Vidal na Nova York dos anos 1960, o descreveu como "grande" e "divertido estar com ele". "Ele era divertido ... um patrício americano antiquado".

"(Isso) era muito claro a partir do modo como ele falava e era muito aparente a partir da maneira em que ele se separou de algumas das idiotices da América nos últimos 20 ou 30 anos ", disse Miller.

Na internet, o cineasta americano Michael Moore e a cantora Courtney Love estão entre as muitas celebridades que postaram suas citações favoritas do autor.

"'Estilo é saber quem você é, o que você quer dizer e não dar a mínima.'" citado por Gore Vidal .... sentiremos sua falta, descanse em paz ", escreveu a cantora no Twitter.

Já Michael Moore escolheu: "Metade do povo americano nunca leu um jornal. Metade nunca votou para presidente. Espera-se que seja a mesma metade ", também reproduzida pela empresária britânica de internet Martha Lane Fox.

O escritor britânico Owen Jones citou uma frase sobre a amizade e morte. "'Toda vez que um amigo se torna bem-sucedido, um pouco de mim morre'. RIP Gore Vidal, um grande intelectual do nosso tempo."

Com informações da Reuters

Tudo o que sabemos sobre:
Gore Vidal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.