Personagem pede desculpas a García Màrquez

O ex-marinheiro colombiano Luis Alejandro Velasco, protagonista de Relato de um Náufrago, uma das reportagens mais famosas de Gabriel García Màrquez, pede desculpas ao escritor por "ter prejudicado sua imagem". Velasco possui câncer em estágio terminal e há dez meses está de cama. O colombiano resolveu tornar público, em entrevista concedida ao El Espectador, o seu arrependimento por ter indiciado o escritor, exigindo dele o pagamento dos direitos autorais pelas traduções da obra na qual aparece como personagem principal.O jornal colombiano publicou, em 1955, as primeiras histórias escritas pelo então repórter Gabriel García Màrquez baseadas nos depoimentos de Velasco que passou dez dias à deriva num barco. A série de reportagens originou uma coluna chamada A verdade sobre minha aventura. Em 1970, os relatos foram reunidos no livro que viria ser um dos principais romances da literatura em língua espanhola. García Màrquez cedeu os direitos de autoria ao aventureiro, o que lhe garantiu uma renda de U$ 2 mil durante treze anos. A partir de 1982, quando o escritor recebeu o Nobel, Velasco começou a lhe mandar cartas exigindo também os direitos sobre as traduções da obra. Um ano depois, o caso foi levado ao tribunal e o desejo do marinheiro foi por água baixo. Além de ter perdido a batalha na justiça, deixou de receber os direitos anteriores."Quero dizer muito claramente que estou arrependido. Peço perdão a ´Gabo´ porque sei que prejudiquei a sua imagem. Por esse motivo ele tirou minhas regalias.", lamentou Velasco que espera a compreensão de seu antigo confessor. "Devemos esquecer as confusões do passado. Espero que ele colabore comigo neste momento final de minha vida.", completou o moribundo náufrago na esperança de reconquistar seus antigos direitos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.