Pérolas da arquitetura brasileira

As fotos de Cristiano Mascaro atestam as singularidades dos edifícios construídos ao longo de cinco séculos por todo o território nacional, e evidenciam a importância da preservação das riquezas arquitetônicas nacionais. As fotos, acompanhadas de três artigos escritos por especialistas em arquitetura e preservação dopatrimônio, Alexei Bueno, Augusto da Silva Telles e LauroCavalcanti, estão no livro O Patrimônio Construído -As 100 mais Belas Edificações do Brasil, que será lançado estanoite em São Paulo.Trata-se evidentemente, de uma obra bastante seletiva,já que contempla apenas cem das 1,7 mil construções inscritasnos livros de tombamento do Iphan (Instituto do PatrimônioHistórico e Artístico Nacional). Mas, por isso mesmo, a obraganha dimensão mais grandiosa. Afinal, só foram acrescidas àlista as pérolas da nossa história arquitetônica.Seis especialistas escolheram os edifícios mais representativos de várias regiões do País e de distintos períodoshistóricos. O aspecto histórico da obra é reforçado pelo critériocronológico, adotado como eixo central do livro. Ao todo sãotrês capítulos. No primeiro, são analisados os primórdios da arquitetura no País, por meio de uma seleção de 31 obras construídas ao longo dos séculos 16 e 17. Há uma grandeconcentração nas capitais nordestinas, mas também há exemplos deobras importantes no sudeste, como a casa e capela do SítioSanto Antonio, em São Roque. O segundo capítulo, apresentado por Augusto da SilvaTelles, dedica-se ao barroco na arquitetura do Brasil e analisaaquele período que primeiro nos vem à mente quando pensamos empatrimônio histórico brasileiro. É desse segmento uma das fotospreferidas de Mascaro e que mostra a Igreja de São Francisco deAssis, de Aleijadinho, diante de um céu cor de chumbo, comturistas que a admiram extasiados. Por último, há um segmentodedicado à arquitetura brasileira nos séculos 19 e 20, comensaio de Lauro Cavalcanti.O próprio Mascaro, que percorreu mais de 20 Estadosbrasileiros em cinco meses para produzir o material que ilustrafartamente o livro, diz ter-sesurpreendido com a riqueza do que encontrou por aí. "Foi umaviagem também no sentido emocional", afirma o fotógrafo, quetambém tem formação de arquiteto. Dentre as grandes descobertasque realizou estão o barroco mineiro - que nunca tinha retratadoanteriormente - e outros aspectos desconhecidos da culturanacional.O uso da cor também foi algo relativamente novo para Mascaro, mais acostumado em explorar as nuances do preto e branco em seus trabalhos, mas que se encantou com o resultado - para o qual julga tersido muito enriquecedora a parceria com o designer VictorBurton."Desde o início, ficou muito claro que deveria mostraro edifício da forma mais clara possível, mas que ninguém queriaum retrato literal", explica, acrescentando que o tempo todoprocurou "driblar a poluição visual, buscando revelar algo maisdaquele cenário".Serviço - O Patrimônio Construído - As 100 Mais BelasEdificações do Brasil. Fotos: Cristiano Mascaro. Textos: AlexeiBueno, Augusto da Silva Telles e Lauro Cavalcanti. EditoraCapivara. 460 páginas. R$ 143,00. Hoje, às 19 horas.Livraria Corrêa do Lago. Rua João Cachoeira, 267, São Paulo, tel.: 3167-0066

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.