Divulgação
Divulgação

Peréio vive um atormentado na peça 'Escuta, Zé Mané!'

Inspirado em texto de psiquiatra austríaco, espetáculo mostra a vida de um homem e seus vários 'eus'

Agência Estado,

23 de outubro de 2009 | 08h55

Nem adianta tentar perguntar ao ator Paulo César Peréio se o espetáculo "Escuta, Zé Mané!" é o pontapé inicial nas comemorações de seus 50 anos de carreira. "Isso não. Acho que tentaram colar essa ideia para ajudar na divulgação da peça, mas ela não precisa disso. Eu tenho bem mais que 50 anos de carreira", fala Pereio. Então, sem datas comemorativas à vista, "Escuta, Zé Mané!", que estreia nesta sexta-feira, 23, no Sesc Paulista, em São Paulo, traz um dos atores mais irreverentes do teatro brasileiro fazendo o que mais sabe: provocar. Ele vive sujeito atormentado pelos seus ''eus'' na peça.

O texto, inspirado em "Listen, Little Man!", do psiquiatra austríaco Wilhelm Reich (famoso por ideias libertárias em relação ao sexo, a sentimentos e à política), foi adaptado e transfigurado pelo próprio Peréio. "O que eu quis foi popularizar o Reich. Trazê-lo para perto das pessoas e de questões cotidianas. Também quis mostrar seu lado mais político, que é o que pouca gente conhece, não é?"

O ponto de partida do espetáculo é uma simples palestra, ministrada por um híbrido Peréio/Reich. A partir de determinado ponto, Peréio/ Reich começa a ser assombrado pelos seus outros "eus": o masculino, interpretado por João Velho (filho de Peréio), e o feminino, papel assumido pela atriz Neca Zarvos. Assim, Peréio/Reich constrói pontes entre o psiquiatra, o ator e a história brasileira dos últimos 50 anos.

O espetáculo é dirigido por Lenerson Polonini. "É um privilégio dirigir um ator como o Peréio. Ele tem uma coisa performática muito forte. Diferente do que muita gente pode pensar, Peréio não é arredio à direção. Ele escuta, discute e está aberto a sugestões. Mas tem uma coisa, no caso de um ator com a experiência dele: a gente não tem que mexer muito. Tem que deixar solto, se mexer estraga", brinca. As informações são do Jornal da Tarde.

Escuta, Zé Mané! - Sesc Paulista: Avenida Paulista, 119. Tel. (011) 3179-3700. Desta sexta, 23, até 29 de novembro. Sexta a domingo, às 21h. Ingressos: R$ 20. 16 anos.

Tudo o que sabemos sobre:
teatroPaulo César Peréioarte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Stan Lee: todas as 29 aparições nos filmes da Marvel
  • Projeta Brasil do Cinemark apresenta filmes brasileiros por apenas R$ 4
  • Glória Maria faz cirurgia para remover lesão cerebral e passa bem
  • MIS abre novo lote para exposição imersiva de Da Vinci 
  • Mônica San Galo lamenta morte de Jesus Sangalo: 'pode-se morrer de mágoa'

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.