Pequenas e inadvertidas atitudes

Sol e Netuno em sextil, Mercúrio retrograda; a Lua cresce em Gêmeos.

Oscar Quiroga, O Estado de S.Paulo

17 de abril de 2010 | 00h00

As pequenas e inadvertidas atitudes que os seres humanos tomam são reveladoras da verdadeira essência, o contrário, no mais das vezes, de suas palavras, que a encobrem. É difícil conhecer-se com sinceridade, mas não impossível, é só deixar a porta da mente aberta para observar a nós mesmos em ação. Quem fecha essa porta se identifica com a maquiagem que faz de si mesmo, adotando palavras autoelogiosas e criticando duramente seus semelhantes, que se transformam em eterna ameaça ao personagem que dá tanto trabalho sustentar, já que precisa ser alimentado constantemente com vaidade. Como conhecer quem está em processo de autoconhecimento e quem se afasta desse? Através das pequenas e inadvertidas atitudes que os seres humanos tomam.

ÁRIES 21-3 a 20-4

Nenhuma negociação termina verdadeiramente, mas as pessoas as limitam e colocam fim nelas porque, afinal, se cansam também. Porém, considere que o momento atual é o daquelas negociações que não têm hora para acabar.

TOURO 21-4 a 20-5

As dúvidas atormentam, mas também esclarecem, porque se você não parasse e questionasse os acontecimentos, correria o risco de continuar tomando atitudes que na prática seriam ineficientes. Duvidar é necessário.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Neste momento, sábias palavras serão as que você silencie, porque todas as que disser acabarão sendo interpretadas de forma errada. É difícil silenciar? Pense que mais difícil seria arcar com as consequências...

CÂNCER 21-6 a 21-7

As palavras sábias são postas pelo infinito na boca das pessoas. Essas palavras não são de ninguém e surgem nos momentos mais insólitos. Quando precisar de palavras sábias, respire fundo e preste atenção em tudo.

LEÃO 22-7 a 22-8

Por enquanto, nada parece concluir do jeito esperado. Talvez isso seja um sinal para você não se apegar demais aos planos feitos e, com flexibilidade, buscar outras vias de concretização ou mudar tudo de uma vez por todas.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Agora sua alma duvida dos próprios ideais, o que resulta numa fraqueza fora do normal. Considere que essas dúvidas não prevalecerão, na melhor hipóteses servirão para você formular planos melhores de realização.

LIBRA 23-9 a 22-10

A falta de confiança é um mal desnecessário em nossa sociedade, mas parece que as pessoas se acostumaram tanto com isso que tomam atitudes contrárias à confiança com naturalidade. Se pensassem melhor, não fariam isso.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Esta é a oportunidade de você oferecer apoio a quem o precisar, principalmente se for uma pessoa bem próxima. Isso será um exercício para sua alma, que normalmente fica intrigada ao observar a fraqueza alheia.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Tudo que você organizou acabou descambando para o caos novamente. O que fazer? Reclamar e criticar? Nada disso! Renove o pacto com a boa vontade e dedique-se com afinco a ordenar tudo que ficou desorganizado.

CAPRICÓRNIO 21-12 a 20-1

Agora as dúvidas corroem as certezas entusiastas que impulsionavam você na direção de novos empreendimentos. Cultive essas dúvidas sem, no entanto, achar que essas significam maus augúrios para os empreendimentos.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Os ânimos estão confusos no ambiente familiar, o qual não se limita aos laços de sangue, estendendo-se a todas as pessoas que fazem parte da rotina. Essa confusão passará sem deixar grandes marcas, não é necessário enfrentá-la.

PEIXES 20-2 a 20-3

A flexibilidade será essencial neste momento, inclusive para suportar aquelas pessoas chatas que não querem ver você mudando de opinião. Reconsiderar as ideias e atitudes é fruto dessa flexibilidade essencial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.