Pedro Miranda lança hoje seu 2º álbum 'Pimenteira'

Quem frequenta a Lapa e presta alguma atenção em quem está tocando sabe quem é Pedro Miranda, pandeiro e voz dos grupos de samba Semente e Samba de Fato. Quem é do carnaval de rua e sai em blocos como o Cordão do Boitatá também - ele é um dos seus fundadores. Aos que querem conhecer seu trabalho como cantor está aí "Pimenteira", seu segundo CD, que será lançando hoje, às 21 horas, na Sala Guiomar Novaes da Funarte, com participação da cantora Verônica Ferriani.

AE, Agencia Estado

30 de novembro de 2009 | 10h53

Para Caetano Veloso, que assina o texto de apresentação, trata-se de um "evento especial de nossa música", um disco "que já nasce antológico", que ao mesmo tempo parece "o lançamento de um novo autor e uma antologia de clássicos".

O repertório é um achado, com inéditas de Nelson Cavaquinho, Elton Medeiros, Roque Ferreira, Nei Lopes e dos companheiros da Lapa Alfredo Del-Penho, Edu Krieger e Moyseis Marques. "Pimenteira" é o segundo CD de Pedro, carioca de Copacabana que começou a fazer música por volta de 1997, bem quando a Lapa estava começando a renascer como pólo cultural e boêmio do Rio.

Seu primeiro disco é de 2006. Era uma época em que ele e os colegas se dedicavam a resgatar sambas antigos. "Antes, eu não conhecia nada, ouvia rock brasileiro, reggae. Se ouvia MPB em casa, Paulinho da Viola, Cartola, não era eu quem colocava na vitrola. Depois comecei a sentir que aquilo era parte de mim." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Pedro Miranda. Funarte - Sala Guiomar Novaes (100 lug.). Alameda Nothmann, 1.058, Campos Elísios, tel. 3662-5177. Hoje, 21 h. R$ 10.

Tudo o que sabemos sobre:
músicaPedro Miranda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Stan Lee: todas as 29 aparições nos filmes da Marvel
  • Projeta Brasil do Cinemark apresenta filmes brasileiros por apenas R$ 4
  • Glória Maria faz cirurgia para remover lesão cerebral e passa bem
  • MIS abre novo lote para exposição imersiva de Da Vinci 
  • Mônica San Galo lamenta morte de Jesus Sangalo: 'pode-se morrer de mágoa'

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.