Pedreiras ameaçam ícone da cultura chinesa

O entorno das montanhas Songshan, na província central de Henan, onde nasceu a arte marcial do kung-fu, está se deteriorando rapidamente por causa da frenética atividade de mais de 20 pedreiras, informou hoje a agência de notícias chinesa "Xinhua".Segundo a lenda, o kung-fu foi inventado pelo monge indiano Bodhidharma. No ano de 527, ele fundou o Templo Shaolin, berço da arte marcial, nas montanhas Songshan. O local é considerado pela Unesco um Parque Geológico Mundial.No entanto, o título será uma ironia se não for controlada a exploração das montanhas e a destruição das florestas, como pedem especialistas e intelectuais.Entre eles está Zhou Kunshu, membro da Academia Chinesa de Ciências. Ele pediu aos Governos locais que tomem medidas urgentes e considerem que as montanhas Songshan não são unicamente uma atração natural, mas o centro do budismo chinês e da cultura do kung-fu, além do berço da cultura chinesa.Nas montanhas Songshan ficam também uma das escolas mais importantes da antiga China, o Templo Zhongyue, construído na Dinastia Qin (221-207 a.C.), e o Templo Yongtai, o mais antigo templo real de mulheres budistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.