Reuters
Reuters

Peças de arte e móveis de residência de Ronald e Nancy Reagan irão a leilão

Em respeito ao desejo do casal, a renda irá beneficiar a Fundação e Instituto Ronald Reagan

Chris Michaud, Reuters

02 de junho de 2016 | 17h50

NOVA YORK - Móveis, objetos de arte, joias e itens de colecionador que adornaram a residência do ex-presidente norte-americano Ronald Reagan e sua esposa, Nancy, em Los Angeles serão colocados à venda, informou a casa de leilões Christie's nesta quinta, 2.

A venda histórica, dividida em uma série de leilões ao vivo e pela Internet agendados para setembro, ainda inclui obras de arte decorativas, livros, itens de época, esculturas, desenhos e gravuras da casa dos Reagan no bairro afluente de Bel Air, em Los Angeles.

A Christie's disse acreditar que a venda de alguns dos cerca de 700 lotes pode arrecadar mais de 2 milhões de dólares, mas as estimativas se baseiam no valor de mercado das peças, e as posses de celebridades levadas a leilão normalmente são adquiridas por preços maiores.

Em respeito ao desejo do casal, a renda irá beneficiar a Fundação e Instituto Ronald Reagan.

"Esta coleção prestigiosa oferece um vislumbre inédito da vida particular do presidente e da senhora Ronald Reagan", disse Brook Hazelton, presidente da Christie’s Americas.

"Cada objeto oferece uma experiência de 'olhar pela fechadura' e revela histórias ainda não contadas de duas das figuras públicas mais celebradas do século 20".

Ronald Reagan morreu em 2004, e Nancy no início deste ano, aos 94 anos de idade.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Ronald ReaganLos AngelesInternet

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.