Peça retrata os limites da loucura

Um homem que se acha responsável pelo nascer e pôr-do-sol e um outro que escreve uma carta interminável que pode salvar o mundo da destruição. Esses dois personagens (e somente eles) estão na peça Aux Pied de la Lettre ("Ao Pé da Letra"), que é apresentada hoje e amanhã no Teatro Anchieta, no Sesc Consolação, pela companhia Dos à Deux, dos paulistanos André Curti e Artur Ribeiro, radicados há dez anos em Paris.O espetáculo, que chega a São Paulo depois de passagem por festivais internacionais, é sobre o isolamento dos que vivem em hospitais psiquiátricos. Aux Pied de la Lettre é o segundo trabalho dos atores do Dos à Deux, que têm investido no teatro gestual em suas apresentações. Com pouco mais de uma hora de duração, a peça conta a história desses dois pacientes sem uma única palavra. A mímica e os movimentos corporais são a linguagem da obra.André Curti conta que a escolha do tema surgiu depois de um convite para a dupla apresentar sua primeira peça (que levava o nome da companhia) no Instituto Psiquiátrico Marcel Rivière, em Yvelines, na França. "Ao chegarmos lá, descobrimos um universo riquíssimo, o do confinamento, e decidimos fazer uma pesquisa sobre ele".Por dois anos e meio, duas vezes por semana, a dupla foi ao instituto para trabalhar com alguns pacientes. Como o local é ligado às escolas públicas da França, muitos pacientes são ex-professores de universidades e escolas. "Isso enriqueceu demais os debates porque as pessoas tinham uma bagagem cultural muito extensa, o que contribuiu para as aulas de improvisação".O trabalho teve resultados positivos: o espetáculo Aux Pied de la Lettre, uma outra peça cujos atores eram os próprios pacientes - que foi apresentado somente no hospital -, e a recuperação de alguns internos, que depois do trabalho com os atores brasileiros conseguiram ter alta. "No fundo, as neuroses são parecidas".O personagem de André (o homem que se acha responsável pelo ciclo solar) foi inspirado num paciente do hospital. "Todos os dias, ele se sentava em frente a uma janela e fazia um gesto para que o Sol nascesse e morresse. Foi uma inspiração para o trabalho".Aux Pied de La Lettre, no Teatro Anchieta, Sesc Consolação (Rua Dr. Vila Nova, 245. Tel. 3234-3000/ 2223). Hoje e amanhã, às 21h. Ingressos de R$ 10 a R$ 20.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.