Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Priscila Prade/Divulgação
Priscila Prade/Divulgação

Peça mostra os dois lados de uma história

À medida que a narrativa evolui, uma versão da história - e uma ideia do caráter dos pais - se firma na mente do público

Murilo Bomfim, O Estado de S.Paulo

26 de julho de 2013 | 02h18

Jô Soares não sabe definir com exatidão o que o faz aceitar mergulhar em um projeto teatral. "A minha escolha é sempre feita mais pelo irracional do que pelo cerebral", diz. "O que me leva a topar um convite é muito mais a empatia pessoal de quem convida." E, segundo ele, não foi nada difícil ceder ao pedido do ator Otávio Martins para traduzir e dirigir a peça Três Dias de Chuva.

A indicação de que um mesmo ator interprete um filho e o respectivo pai é original do autor, Richard Greenberg. "Ele faz uma dramaturgia elíptica. Chega uma hora em que o público liga os pontos e entende, no segundo ato, muito do que se viu no primeiro", diz Martins.

À medida que a narrativa evolui, uma versão da história - e uma ideia do caráter dos pais - se firma na mente do público. Os prejulgamentos são totalmente desconstruídos quando a plateia conhece o outro lado da moeda.

"O que é incrível nesse texto é que ele transmite a dificuldade de uma geração passar à outra a emoção dos acontecimentos", diz Gontijo. "Muitas vezes, temos fotos ou poemas, mas não compreendemos realmente como as coisas aconteceram no passado."

Como sugere o nome da peça, o palco é tomado por um clima cinzento e úmido, ainda que não haja chuva física. A queda de água causaria ruído e dificultaria o entendimento das falas. Ainda assim, a precipitação se faz presente: "Tem um personagem que, às vezes, entra parecendo um pinto molhado. Tem chuva, sim, e resfriado também", brinca Jô.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.