Peça encena humor e política no universo feminino

Bendito fruto entre mulheres, o diretor Roberto Vignati reuniu 11 atrizes no palco, na encenação da peça O Tempo Saiu do Eixo, de sua autoria, ano passado. Três delas decidiram dar continuidade ao grupo significativamente batizado de Na Companhia de Mulheres. Assim, mais uma vez sob direção de Vignati, Abigail Tatit, Giovanna Vitulli e Zeza Kurt Mota voltam ao palco com o espetáculo Brincando em cima Daquilo, integrado por cinco esquetes da dupla italiana Dario Fo e Franca Rame. Vale lembrar que o diretor assinou uma outra montagem desse espetáculo, de grande sucesso de público, com a atriz Marília Pêra. Essa nova concepção de Brincando em cima Daquilo estréia hoje, no Teatro Ruth Escobar. A faceta feminina do grupo Na Companhia das Mulheres norteou a escolha do texto. "Nosso desejo era falar sobre o universo feminino", diz Zeza. Mas fugindo do lugar-comum. O humor da melhor qualidade perpassa os três primeiros esquetes. "Tentamos encadear as narrativas de forma a desenhar uma certa evolução da mulher. A primeira é uma dona de casa trancada no apartamento pelo marido, a segunda e a terceira já trabalham fora." Os dois primeiros são apresentados simultaneamente, com cenas intercaladas. Giovanna vive Maria, uma dona de casa que cuida do filho pequeno e do cunhado acidentado, recebendo ordens do marido pelo telefone. No outro canto do palco, Marina (Abigail), enfrenta um ônibus cheio na volta do escritório. Ainda que muito engraçados, esses textos revelam o duro cotidiano dessas mulheres, pleno de desejos frustrados e ressentimentos. O humor amargo também dá o tom do muito bem urdido esquete da operária (Zeza) que desperta atrasada para o trabalho, tem de arrumar o filho e, para piorar a situação, não lembra onde guardou a chave da casa. As três atrizes atuam juntas nos dois esquetes finais O Estupro e Temos Todas a Mesma História, nos quais o humor cede lugar a contundente crítica à violência e à educação repressora que ainda pesa sobre as mulheres. Brincando em Cima Daquilo - De Dario Fo e Franca Rame. Direção de Roberto Vignati. Estréia hoje em São Paulo no Teatro Ruth Escobar, Rua dos Ingleses, 209. Tel. 289-2358. Quinta às 21 horas. R$ 15. Até 15/7.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.