Peça de teatro com Jesus gay leva a processo por blasfêmia na Grécia

Os atores e o produtor e diretor de uma peça de teatro norte-americana montada na Grécia que retrata Jesus Cristo e seus apóstolos como gays foram indiciados por blasfêmia, afirmaram autoridades judiciárias na sexta-feira.

KAROLINA TAGARIS, Reuters

16 de novembro de 2012 | 16h03

A produção de "Corpus Christi" em Atenas foi cancelada este mês após semanas de protestos quase diários na frente do teatro feitos por padres e grupos de direita, incluindo deputados do partido ultranacionalista Golden Dawn.

As acusações de "insultar a religião" e de "blasfêmia maliciosa" foram feitas depois que o bispo Seraphim de Piraeus abriu um processo contra os envolvidos na peça, afirmaram as autoridades.

O diretor da peça disse à Reuters que estava impressionado que os promotores escolheram persegui-lo em vez de ir atrás dos sonegadores de impostos e outros acusados por levar a Grécia à beira da falência.

"O que eu vejo é que há pessoas que roubaram os cegos do país que não estão na cadeia e o promotor volta-se contra a arte", disse Laertis Vasiliou, nascido na Albânia.

Se considerado culpado, Vasiliou e os outros réus poderão ser condenados a vários meses de prisão. Ainda não foi marcada a data para o julgamento.

Tudo o que sabemos sobre:
GRECIATEATROJESUS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.