Peça da Marta Góes estréia em SP

Depois de integrar a mostraprincipal do 11.º Festival de Teatro de Curitiba, em março,estréia nesta quinta-feira, no Teatro Faap a peça Só (mais) umInstante, de Marta Góes, autora do bem-sucedido Um Portopara Elizabeth Bishop, monólogo que valeu um Prêmio APCA/2001à atriz Regina Braga. Se o monólogo se inspirava na vida e obrada poetisa americana em sua passagem pelo Brasil, Só (mais) umInstante reflete sobre as relações afetivas de uma família declasse média brasileira. Tânia Bodezan interpreta Lena, viúva que vive às voltascom a educação dos filhos adolescentes Cao (João Paulo Lorenzon)e Isa (Heloisa Cintra). Só (mais) um Instante flagra odia-a-dia dessa família durante cerca de cinco anos. "Minhapersonagem é viúva, mas o dia-a-dia dela não é diferente demuitas mulheres separadas que são obrigadas a cuidar sozinhas daeducação de seus filhos." A ausência do pai provoca reaçõesdiferentes nos filhos. Cao sente-se responsável pela mãe. "Elelembra com muita nitidez da tristeza da mãe no dia da morte dopai e passa a se sentir responsável pela felicidade dela. Otemor de contrariá-la faz dele um garoto tímido e covarde paradizer o que pensa", diz Lorenzon. Isa, ao contrário, diz tudo oque pensa e estimula o irmão a fazer o mesmo. A tensão do vestibular, a dificuldade de escolher umacarreira, as relações amorosas da filha e a gravidez são algunsdos temas explorados pela autora. "E ela ainda toca noproblemas das drogas", comenta o ator. Da mesma idade dospersonagens, na avaliação de ambos, Marta Góes soube retratarmuito bem a realidade de jovens urbanos de classe média. "Etambém o cotidiano da mãe desses jovens", completa Tânia. Serviço - Só (mais) um Instante, de Marta Góes, Teatro Faap, RuaAlagoas, 903, Higienópolis, São Paulo, tel 3662 1662

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.