Peça busca inspiração no cinema e na arte oriental

Em dias em que seres humanos sãopreteridos por robôs, e em que o uso da tecnologia vem reafirmara individualização, parece aumentar a sede por criaçõesartísticas que busquem a simplicidade para tentar entender acomplexidade da vida. Com poucos objetos em cena, cenário efigurinos enxutos, significativas peças com jovens atores noelenco têm brotado em campos férteis como Minas Gerais, com ogrupo Espanca!, que está em cartaz até o próximo fim de semanacom a peça "Amores Surdos", e agora a companhia As Duas, queestréia nesta quarta-feira o espetáculo "O Que se Acumula dentro do Coração", na Unidade Provisória Sesc Avenida Paulista. "Tudo é de uma aparente normalidade até chegar a ummomento em que as relações se rompem e uma reviravolta acontece" conta a atriz Liliane Rovaris, que é autora do texto "O Que seAcumula...", ao lado de Luisa Friese, ambas atuantes na peça.Desde 1999, quando apresentaram o seu primeiro trabalho comocompanhia, Liliane e Luisa vêm se inspirando no cinema parafazer teatro. Para "Primeiro Tempo", o espetáculo de estréiaapresentado no ano de criação do grupo, as atrizes se inspiraramno filme "Persona", de Bergman. "Dois Expressos e Uma Parada",de 2004, teve como base contos húngaros traduzidos por PauloRónai. Foi a partir de "Dolls" (2000), do diretor japonêsTakeshi Kitano, que Liliane e Luisa desenvolveram o seu maisrecente espetáculo. "Vimos que ali tinha muita coisa a ver com onosso trabalho. Decidimos escrever e montar ´O Que se Acumuladentro do Coração´ inspiradas não só no filme como no teatrojaponês de bonecos, o bunraku, do dramaturgo Chikamatsu", dizLiliane. A influência da arte oriental pode ser notada na peçaprincipalmente nos diálogos curtos e precisos, como o haicaijaponês, e no banho de cores que o palco vai ganhar. Nesse caso,a utilização da tecnologia auxilia os espectadores a mergulharna história de cinco personagens que terão as suas históriasentrelaçadas: 80 mini-alto-falantes serão distribuídos atrás daplatéia e sobre o palco, além de um gramado sintético de oitometros. "A idéia dos alto-falantes, do Ricardo Cutz, vai servirde trilha sonora e de ambientação para que o público entre emsintonia com as histórias vividas pelos personagens." O Que se Acumula dentro do Coração. Unidade Provisória Sesc Avenida Paulista - Espaço 11.º andar (70 lug.). Avenida Paulista 119, tel. (11) 3179-3700. 4.ª e 5.ª, 19 h. R$ 8. Até 12/10

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.