Pavarotti está inconsciente, e família se reúne, diz TV

O tenor italiano Luciano Pavarotti,considerado por muitos o maior cantor lírico da sua geração,está inconsciente e sofre de insuficiência renal, disse uma TVna quarta-feira. O estado de saúde do rotundo e barbudo tenor, de 71 anos, é"muito grave", segundo a agência de notícias AGI. De acordo como canal E'' TV Antenna Uno, parentes e amigos de Pavarotti sereuniram na casa dele, em Modena (norte) para acompanhá-lo. Pavarotti, que ajudou a difundir a ópera apresentando-se emestádios lotados no mundo todo, havia sido operado em julho de2006 de um câncer pancreático em Nova York. Médicos de Modena não quiseram comentar a situação docantor, mas uma amiga dele disse à Reuters que aparentemente oestado dele é grave. A volumosa voz de Pavarotti estreou em 1963 numaapresentação solo no Covent Garden, em Londres. Seu maiorlegado para a música provavelmente será a apresentação com osespanhóis Plácido Domingo e José Carrera na abertura da Copa doMundo de 1990, na Itália, vista por cerca de 800 milhões depessoas no mundo todo. Após aquele concerto nas Termas de Caracalla, em Roma, asvendas de discos de ópera dispararam. A ária "Nessun Dorma", daópera "Turandot", de Puccini, se tornou para sempre associada aPavarotti e ao futebol -- esporte que foi, aliás, o sonho demenino do cantor. Após a cirurgia de julho de 2006, Pavarotti se recolheu asua "villa", em Modena, e meses depois cancelou umaapresentação que planejara, o que vinha sendo uma rotinaconstante nos últimos anos devido a seus problemas de saúde. Hospitalizado com febre no mês passado, teve alta em 25 deagosto. (Reportagem adicional de Mathias Wildt)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.