Paulo Ricardo já ensaia papel em "Esperança"

A partir da semana que vem, Esperança ganha um novo galã. O cantor Paulo Ricardo, líder do RPM, recebe no final desta semana o roteiro com as primeiras falas de Samuel, personagem que vai disputar o amor de Camili (a ex-modelo Ana Paula Arósio) com Toni, interpretado por Reynaldo Gianecchini, também ex-modelo. Em entrevista exclusiva ao JT, o cantor fala sobre sua nova empreitada.Como foi o teste que você fez?Paulo Ricardo - Estudei a atuação do Gianecchini. Mas o Luiz Fernando Carvalho (diretor da novela) percebeu e me disse que o Samuel não era o Toni. Então, de improviso, compus um novo personagem: um cara romântico, sensível, artista plástico e conquistador. Decidimos não fazer um sotaque judeu.Como surgiu o convite?Há quatro anos, encontrei com o Luiz Fernando Carvalho na ponte-aérea. Na conversa, ele disse que gostaria de me ver em um dos trabalhos dele. E agora surgiu essa participação.Como você está se preparando para o papel?Tenho conversado com muitos amigos judeus, estudado História. Para me ajudar a passar as falas, conto com a ajuda da minha mulher, que faz às vezes de Camili. Não freqüentei nenhum curso.Não tem medo das críticas?Não me interessa o que minha mãe, a imprensa ou os críticos vão achar. Só me interessa a opinião do público e do Luiz Fernando.Vai seguir a carreira de ator?Não em trabalhos longos, como uma novela inteira. A música é minha prioridade. Mas participações em cinema, quem sabe? Algo no estilo Paulo Miklos em O Invasor ou Toni Garrido em Orfeu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.