Paulo Coelho ganha prêmio de livreiros no México

O brasileiro Paulo Coelho venceu nesta terça-feira o I Prêmio Mexicano de Livreiros, denominado Las Pérgolas e que será concedido todos os anos a escritores de qualquer nacionalidade escolhidos por sua trajetória e nível de vendas nas livrarias mexicanas. O presidente da Associação de Livreiros Mexicanos (ALMAC), Henoc de Santiago Dulché, destacou o trabalho de Paulo Coelho, que já vendeu mais de 75 milhões de livros exemplares em 150 países. No México, seu último romance, A Bruxa de Portobello, teve 50 mil exemplares vendidos este ano. Entre as grandes obras de Paulo Coelho, os livreiros destacaram Zahir e O Alquimista. O prêmio "Las Pérgolas" foi criado por ocasião do 15.º aniversário da ALMAC e será entregue ao escritor brasileiro em próximo 17 de março de 2007, no estado de Zacatecas (norte). Entre os objetivos da distinção, estão a aproximação entre os livreiros e as livrarias e o reconhecimento do trabalho dos escritores. A ALMAC foi criada em 1991 para promover o livro como instrumento essencial para o desenvolvimento da cultura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.